Bem estar

Melatonina: a substância que combate à insônia

beautiful girl sleeps in the bedroom
A Melatonina é uma substância naturalmente presente no organismo humano e que está diretamente relacionada aos nossos ciclos de sono, também pode ser ingerida na forma de suplementos alimentares. É um hormônio sintetizado pela glândula pineal dos vertebrados. Nos seres humanos, esta glândula está localizada na região central do cérebro. A melatonina tem como principal função a de induzir o sono. O hormônio também participa de outros processos fisiológicos e tem se mostrado um grande aliado no combate de algumas doenças.

Benefícios da Melatonina

Conheça os benefícios* da substância:

1) A Melatonina é muito boa para tratar os distúrbios do sono

O consumo de melatonina estimula a sonolência, mesmo durante o dia, em pessoas saudáveis. A resposta mais plausível para este efeito está no fato da melatonina reduzir a temperatura corporal, o que induz o sono, graças a sua atividade vasodilatadora.
Pesquisas mostram que o uso da melatonina, em crianças que possuem problemas neurológicos e sofrem de insônia, melhora a qualidade do sono e aumenta sua duração. O mesmo benefício foi observado em crianças saudáveis e que apresentam insônia crônica.

2) A Melatonina ajuda a prevenir e a combater o câncer

Um estudo publicado pela versão online do “British Medical Journal’’ revelou que mulheres que trabalham no período noturno por mais de 30 anos tem 2 vezes mais chances de terem câncer de mama. Uma pesquisa publicada no “American Journal of Epidemiology’’ mostrou que homens que trabalham a noite têm mais risco de desenvolverem câncer de próstata, reto, bexiga, pâncreas, pulmão e linfoma não Hodgkin. Os pesquisadores desse estudo chegaram à hipótese que o trabalho noturno afeta a produção de melatonina, já que a luz inibe sua síntese, o que parece propiciar a ocorrência de tumores.
Uma outra pesquisa feita com mulheres, portadoras de câncer de mama metastático e que não respondiam de forma adequada à droga tamoxifeno, revelou que após a suplementação da quimioterapia com a melatonina (20 mg todas as noites) elas passaram a responder melhor ao tratamento.

3) A Melatonina pode auxiliar no tratamento do Parkinson

As dificuldades para dormir são uma das principais queixas dos pacientes que possuem a doença de Parkinson. A melatonina, além de ser boa opção para lidar com este sintoma, parece também amenizar os sintomas motores.
Uma pesquisa investigava a capacidade da melatonina em induzir o sono em pessoas sadias, epiléticos e pacientes com Parkinson. Para tal, foram utilizadas várias doses orais de melatonina, entre 0,5 a 1,25 mg/Kg. A ingestão oral de melatonina proporcionou o sono em aproximadamente 15 a 20 minutos nos voluntários saudáveis e com epilepsia, promoveu um aumento do limiar convulsivo para os epiléticos e diminuiu a rigidez e os tremores nos portadores da doença de Parkinson.

4) A Melatonina é uma boa alternativa para prevenir enxaquecas

A melatonina possui efeitos muito interessantes para o tratamento de enxaquecas (estimula a a neurotransmissão gabaérgica; inibe a glutamatérgica, articula a atuação da serotonina e dopamina, além das suas já conhecidas propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias).
Pesquisadores brasileiros do Hospital Israelita Albert Einstein fizeram um estudo onde foi revelado que uma dose de 3 mg de melatonina, administrada 30 minutos antes de dormir, é eficaz para prevenir enxaquecas. O estudo foi feito com 34 voluntários, sendo 29 deles do sexo feminino, que relataram ter cerca de 2 a 8 crises de enxaquecas por mês.

5) A Melatonina ajuda a emagrecer

Em uma pesquisa publicada no Journal of Pineal Research, ratos magros e obesos receberam doses diárias de melatonina (10 mg/Kg corporal), por um período de seis semanas. Os resultados foram bastante interessantes: a ingestão da melatonina propiciou uma conversão da gordura branca em gordura marrom nesses animais. Em paralelo com nosso organismo, o tecido adiposo marrom é aquele solicitado para gerar energia; em outras palavras são estes os tipos de adipócitos que podem ser “queimados’’ (o que consequentemente promove o emagrecimento).

6) A Melatonina é um bom suplemento para tomar antes do treino

A prática de atividades físicas de uma forma intensa promove um estresse oxidativo e estudos têm mostrado que a ingestão de antioxidantes antes do treino melhoram o desempenho e recuperação do organismo. As pesquisas indicam que a melatonina é um excelente antioxidante, um dos mais ativos no nosso corpo.
Em um estudo feito pela University of Seville Medical School, atletas receberam 6 mg de melatonina ou placebo, 30 minutos antes de se exercitarem intensamente e continuamente pelo período de 1 hora. Os resultados revelaram que a suplementação com melatonina diminuiu o estresse oxidativo provocado pelos exercícios, estimulou o metabolismo das gorduras e a resposta imune desses atletas.
*(Fonte dos benefícios: Mundoboaforma.com.br)

Últimas notícias sobre a Melatonina

A Melatonina, substância que se tornou uma febre mundial contra a epidemia de insônia, recebeu, 27 de outubro de 2016, a liberação judicial para ser importada, manipulada (como medicamento) e comercializada no Brasil. A decisão determinou que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorize a tutela antecipada em favor da empresa Active Pharmaceutica Ltda, que poderá importar e revender o insumo para farmácias de manipulação.
Autorizar a liberação da melatonina para as farmácias de manipulação torna o uso do hormônio muito mais seguro, segundo um dos principais pesquisadores da melatonina no país, o médico e professor titular do Departamento de Fisiologia e Biofísica do Instituto de Ciências Biomédicas da Universidade de São Paulo (USP), José Cipolla Neto.
“Muitas marcas vendidas até internacionalmente não são confiáveis. Se a pessoa entra na internet e compra, também não sabe se (a melatonina) é pura, se está na dosagem certa. É um remédio como qualquer outro, não é vitamina e nem suplemento”, diz.
A HMS Natural, promovendo com autoridade a qualidade farmacêutica e zelando o compromisso de confiança e de respeito, sempre compareceu fiel aos critérios das Autorizações Públicas (ANVISA: AFE nº 0.15696.5 / AE nº 1.40372.3, Licença Sanitária nº 4183/01, Alvará de Funcionamento nº 354870801-477-000060-1-7).

 

 

 

 

 

 

 

Carina Molon Zampini CRF 44170

Farmacêutica (CRF 44170), responsável pela HMS Natural, mãe da Isabely de 3 anos e da Amanda de 6 anos. Desenvolveu a linha vegana e livre de alergênicos com a intenção de ajudar ao próximo, os animais e o meio ambiente.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Anúncio

Carina Molon Zampini

Farmacêutica, responsável pela HMS Natural, mãe da Isabely de 3 anos e da Amanda de 6 anos. Desenvolveu a linha vegana e livre de alergênicos com a intenção de ajudar ao próximo, os animais e o meio ambiente.

Anúncio

Vídeo

WhatsApp icone