Cabelo

Queda de cabelo: conheça as causas e as formas de tratamento

Mulher olhando as pontas do cabelo com expressão preocupada

A queda de cabelo é uma das principais queixas nos consultórios de dermatologia, e pode ter várias causas como predisposição genética, deficiência vitamínica, infecção recente, gestação, uso de contraceptivos orais, estresse ou doenças sistêmicas.

O cabelo passa por 3 fases diferentes e a proporção é de que, em condições normais, ele cresça a uma proporção de 85% em relação à queda. Mas quando chega a fase de repouso, a qual chamamos de telógena, ele se desprende da cabeça para dar espaço a um novo fio.

Normalmente, perdemos cerca de 100 fios por dia. No entanto, quando este número é ultrapassado, o ideal é procurar ajuda médica para investigar o que pode estar causando este problema que tanto incomoda.

Vamos conhecer mais detalhadamente quais podem ser as possíveis causas da queda de cabelo.

Quais são as causas da queda capilar?

Conforme dissemos anteriormente, as causas da queda de cabelos podem ser variadas, sendo o dermatologista e especialista em tricologia, o profissional mais habilitado para realizar a investigação através do exame dermatoscópico do couro cabeludo e, caso necessário, alguns outros complementares.

  • Eflúvio telógeno: é uma queda capilar intensa e abrupta que acontece geralmente 3 meses após algum problema desencadeante, como uma infecção por exemplo.
  • Problemas hormonais: normalmente, estão relacionados ao funcionamento inadequado da tireoide (hipotireoidismo ou hipertireoidismo).
  • Anemia: trata-se da deficiência de ferro no organismo.
  • Pós-parto: durante a gestação, o corpo da mulher passa por grandes alterações hormonais. Após o nascimento do bebê, o nível de estrogênio diminui e a prolactina aumenta, o que faz com que os folículos entrem na fase de queda (telógena).
  • Fatores emocionais: o estresse psicológico é um dos fatores que podem levar à queda capilar.
  • Medicamentos: alguns fármacos contêm substâncias que podem causar uma queda temporária dos fios.
  • Vitaminas: quantidades insuficientes de proteínas e vitaminas também podem influenciar.

Além destes motivos, podemos destacar a queda de cabelo como uma das principais causas da queda capilar. Continue a leitura e confira algumas informações importantes sobre esta condição.

Queda de cabelos

A queda de cabelo é também chamada de alopecia androgenética e tem como principal característica o afinamento dos fios que estão localizados principalmente no topo da cabeça. Como o próprio nome já menciona e conforme ressalta a Sociedade Brasileira de Dermatologia, trata-se de um problema de cunho genético.

Ela acontece por conta da influência dos hormônios androgênicos (masculinos), tendo origem ainda na adolescência, acometendo cerca de 80% dos homens e 50% das mulheres em algum momento da vida.

Seu principal sintoma pode ser notado quando os fios começam a ficar mais finos e a cair progressivamente. Embora não tenha cura, quando diagnosticada e devidamente tratada logo de início, possui ótimos resultados a partir de alguns tratamentos.

Tratamentos para queda de cabelo

Após a obtenção do diagnóstico, os tratamentos para queda de cabelo podem incluir o uso tópico de alguns medicamentos como minoxidil, finasterida, e tratamentos realizados em consultório dermatológico, como microinfusão de medicamentos na pele, LED, intradermoterapia, microagulhamento capilar, entre outros.

É importante dizer que a escolha do tratamento deverá ser feita a partir do diagnóstico, e que alguns suplementos que contêm principalmente fatores de crescimento podem ajudar a prevenir os efeitos de alguns tipos de queda capilar.

Quais os suplementos para queda de cabelo?

Os suplementos para a queda de cabelo são compostos principalmente por fatores de crescimento, vitaminas, minerais e aminoácidos que variam de acordo com a necessidade do objetivo a ser alcançado, agindo nas áreas de falhas do couro cabeludo.

Eles têm o objetivo de produzir reações bioquímicas que buscam ativar as células localizadas na raiz do cabelo a produzirem mais fios e auxiliarem na diminuição da queda.

Agora que você já sabe como funcionam os suplementos para queda de cabelo, que tal conferir algumas dicas de como reduzir as chances desta queda acontecer?

Como fazer o cabelo cair menos?

Quem nunca procurou desesperadamente alguma dica para queda capilar na internet, que atire a primeira pedra! Quando percebemos que nosso cabelo anda caindo demais, buscamos logo por qualquer informação valiosa que possa ajudar.

Apesar de não serem considerados “tratamentos”, alguns bons hábitos podem nos ajudar a lidar com este problema. E antes de iniciar as dicas, reforçamos que manter uma boa alimentação equilibrada é essencial para fornecer quantidades adequadas de vitaminas e proteínas aos fios. Confira:

  • Consuma alimentos e suplementos que contenham vitaminas do complexo B;
  • Aposte em uma alimentação que inclua a proteína queratina, que é importante para manter fios e unhas mais fortes;
  • Frutas e verduras devem ser consumidos todos os dias, porque ajudam a melhorar a circulação sanguínea, e consequentemente, o estímulo capilar;
  • Lavar o cabelo diariamente, pois o excesso de oleosidade enfraquecesse o bulbo capilar aumentando mais a queda;
  • Certifique-se de que sua dieta contém níveis adequados de cálcio, que auxilia na metabolização de ferro nos fios.

Com estas dicas, você pode até não interromper a queda dos fios, mas certamente farão muito bem à sua saúde e fortalecimento capilar. E por falar em cabelos saudáveis, que tal conferir a nossa gama de suplementos para deixar os cabelos ainda mais bonitos e saudáveis?

Equipe HMS

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Anúncio

Carina Molon Zampini

Farmacêutica, responsável pela HMS Natural, mãe da Isabely de 3 anos e da Amanda de 6 anos. Desenvolveu a linha vegana e livre de alergênicos com a intenção de ajudar ao próximo, os animais e o meio ambiente.

Anúncio

Vídeo

WhatsApp icone